Miguel Alonso

Miguel Alonso nasceu em Cuba. Aos 9 anos de idade iniciou seus estudos de dança no Centro Andaluz. Aprendeu ballet clássico, escola bolera, clássico espanhol, flamenco e bailes regionais com os professores cubanos Andrea Mendez, Reidles Torres, Eduardo Beitía, Amparo Britto e Natividad Premier e a espanhola Maria Paz Dias.

A partir dos 16 anos, atuou como profissional na Cia Aires, no Ballet Espanhol de Cuba, na Cia Azaares e na Cia Tony Menendez. Apresentou-se em todos os tablados e teatros de Havana, tais como Las Bulerías, La Zaragozana, Gran Teatro Federico Garcia Lorca, El Mella, Festival Internacional de Dança Ibero-Americana e todo o complexo hoteleiro em Varadero.

Desde o ano 1999 vive no Brasil onde continua seu trabalho profissional como professor, bailarino e coreógrafo. No Brasil, permaneceu junto a sua esposa Lessandra Silvestre, bailarina e diretora da Escola Primeira Posição; com ela iniciou seu trabalho dentro da dança em São Paulo, conhecendo por seu intermédio Sacha Svetloff, Toshi Kobaiashi e Ismael Guiser, Jacy Rhormens e Claudio Vinhas, da RV Produções. Com eles, trabalhou como jurado em várias edições do New Fest Dance de Campos do Jordão. Foi também Lessandra Silvestre que o apresentou a Deborah Nefussi, Laurita Castro e Yara Castro. Durante esse período, participou do Grupo Laurita Castro, do Raies Dança Teatro, e do Triana Flamenca com Andrea Guelpa; deu aulas, cursos, montou coreografias e espetáculos como bailarino, professor e coreógrafo. De 2005 a 2007, viveu na cidade de Belo Horizonte, MG, onde atuou profissionalmente e conheceu artistas por meio de Reginaldo Jimenez, como Celina Fernandes, Chico Arantes, Gitana Mora, Mila Condes, Renata Barbosa, Sandra Vidigal, entre outros.

Apresenta-se em teatros e tablados e ministra cursos para estudantes e profissionais em diversas cidades além de São Paulo e Belo Horizonte, Brasília, Goiânia, Natal, Porto Alegre, Rio de Janeiro, Salvador e outras. Desde sua vinda para o Brasil, Miguel Alonso participa de espetáculos internacionais com grandes artistas convidados da Espanha, tais como La Lupi, Curro de Maria, Carmen La Talegona, Domingo Ortega, Pedro Córdoba e outras figuras do cenário flamenco internacional. Em 2008, ficou em temporada no Teatro Sátiros II junto a Tito Gonzáles e Marcio Bonifón. Em 2012 ganhou o primeiro lugar no ENDA – Encontro Nacional de Dança, sendo considerado um dos melhores bailarinos em São Paulo e convidado por Maria Pia Finocchio, presidente do SINDDANÇA-SP – Sindicato dos Profissionais da Dança do Estado de São Paulo, para apresentar-se no Espetáculo de Gala de premiação do mesmo Encontro. Excursionou de 2014 a 2016, em temporada pelo SESI – Serviço Social da Indústria, por cidades do Estado de São Paulo, com a peça flamenca Toro Negro, junto a Carolina Zanforlim, Conrado Gmeiner, Davi Caldeira, Flavio Rodrigues, Fernando de Marília, Letícia Malvares e Luciano Khatib. A peça Toro Negro iniciou-se em temporada no Teatro Itália em 2013. Apresentou-se no MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo e no CCSP – Centro Cultural São Paulo. Participou diversas vezes da Virada Cultural Paulista, inclusive com o projeto Suite Espanhola.

Em maio de 2014, abre seu próprio espaço, o Galpão da Dança, para sediar seu trabalho junto a sua sócia Beatriz Galves: o Flamenco Miguel Alonso. Sob sua direção artística e coreográfica, o Galpão da Dança torna-se referência no país em cursos de flamenco para todos os níveis e apresenta tablados com profissionais, tablados de alunos e outros, como as Noches Flamencas.

Em 2017, participa de nova temporada de Toro Negro na Sala Crisantempo; participa como solista no espetáculo De Sevilla a Jerez! com a bailaora espanhola Inmaculada Ortega, Talita Sanchez e grande elenco. Em dezembro de 2017, produz seu primeiro espetáculo de alunos, o Lembranças de Cuba, no teatro Viradalata, com a presença dos músicos cubanos Yaniel Matos, Luiz de La Hoz, o pintor Alexis Flores, e os brasileiros Fernando de Marília e Luciano Khatib.

 

Visite o site do artista Miguel Alonso